Empresa Treinamento Publicações Orbis Tlon Download Dicionário Home Aluno Cadastro

WORKSHOP UQBAR

ATIVOS ALTERNATIVOS

03 de dezembro de 2019- Das 8h30 às 17h30

Madrona Advogados

Av. Brg. Faria Lima, 3064 - 11º andar - Jardim Paulistano, São Paulo - SP

Inscreva-se

 

Qual a importância desta classe de ativo?

Uma cesta de ativos de crédito chamados de alternativos ganha relevância crescente no mercado brasileiro e a expansão deste segmento representará passo fundamental no desenvolvimento do mercado de crédito. Geralmente um ativo de crédito é considerado alternativo na medida em que seu status quo apresente características principais não regulares (special situation) e em que seu perfil de risco e de retorno esperado seja relativamente mais elevado do que aquele de ativos de crédito regulares. Tal segmento, por definição, é relevante em qualquer mercado de crédito desenvolvido e institucionalmente robusto, pois é através dele que se concretiza possibilidades benéficas necessárias, e existentes somente em mercados de crédito desenvolvidos, como, por exemplo, a rápida recuperação e a monetização de garantias e a liquidez no mercado secundário de créditos problemáticos. Tais possibilidades expandem e dinamizam o crédito na economia, trazendo maior conforto para potenciais credores e investidores, aumentando a oferta de crédito e diminuindo o custo do tomador.

 

 

Quais são os Ativos Alternativos?

No Brasil, atualmente, por um lado, as carteiras dos conhecidos NPLs (Non-Performing Loans), ou créditos em atraso, ou ainda créditos inadimplidos, suscitam interesse crescente por parte de investidores, a partir de análises de risco-retorno atrativos no contexto de suas alocações. Tais oportunidades surgem no mercado brasileiro em função do espaço substancial de desenvolvimento ainda a ser percorrido. Tanto em termos de preços ofertados ou transacionados por vendedores destas carteiras, como no que diz respeito à realização da recuperação e monetização destes créditos e suas garantias, o mercado brasileiro vem proporcionando oportunidades bastante rentáveis em potencial.
Por outro lado, ativos alternativos que têm o poder público no Brasil como devedor, como precatórios por exemplo, ou como credor, como dívida ativa, também permanecem em expansão em termos de montante existente, e representam, como no caso de dívida ativa, fonte potencial importante de recursos. Os perfis de risco-retorno e de fluxo de caixa esperado referentes a investimentos nestes tipos de ativo apresentam variações, sendo a maior parte destes ativos de crédito considerada atualmente como ativos alternativos.

 

Como investir em Ativos Alternativos?

Muitas das operações de captação e de investimento referentes a ativos alternativos no Brasil têm ocorrido com a utilização de um veículo de securitização, com destaque para os Fundos de Investimento em Direitos Creditórios Não padronizados (FIDC NP), regulados pelas Instruções da Comissão de Valores Mobiliários nºs 356 e 444. O modus operandi de um FIDC–NP que investe em ativos alternativos é bem específico em relação ao perfil de sua carteira investida. A prática para a originação, estruturação, gestão e monetização de direitos creditórios de carteiras de FIDC-NP requer capacitações diferenciadas. E singularizado também é o papel de investidores e a abordagem destes nestas operações. Destaca-se a importância das capacitações jurídicas, de avaliação operacional de devedores, de posicionamento estratégico junto a cedentes e da prática de recuperação de créditos e garantias.
Alternativamente, com destaque para o caso dos ativos de dívida ativa, operações que utilizam Sociedades de Propósito Específico (SPE) tem sido estruturadas. Neste caso, há implicações relevantes quanto à natureza jurídica do veículo e de seus títulos emitidos, que são distintas em relação a uma estruturação via FIDC.

 

QUAL SERÁ O CONTEÚDO DO TREINAMENTO?

O Workshop Uqbar Ativos Alternativos percorre a evolução recente do mercado de operações de captação e de investimento em ativos alternativos, com destaque para os créditos em atraso, os precatórios e a dívida ativa. A opção de cada tipo de ativo é analisada e discutida em todas as suas variáveis relevantes, como, por exemplo, definição, tipos de carteira de investimento, originação, precificação, custos operacionais de estruturação e gestão de carteira, desempenho, base e envolvimento de investidor.
Como veículo do mercado de capitais, o destaque integrante do conteúdo do workshop centra-se no FIDC NP. Desta forma, a definição e o ferramental de uma operação de securitização são contemplados, um conjunto amplo de dados referentes a operação de ativos alternativos via FIDC-NP é apresentado, e todo o marco jurídico-regulamentar relevante é devidamente coberto.
A análise da prática, concretamente enriquecida por estudos de caso de grande representatividade e de forte valor didático enriquecem o aprendizado. Desta forma, o Workshop traz diversos estudos de caso desta natureza, e também conta com a participação de profissionais de larga experiência jurídica e de estruturação e gestão no mercado de ativos alternativos.

 

O PROGRAMA

1. Definições e papel estratégico
2. Evolução do mercado e classificação
3. Carteiras compostas de créditos com risco de empresas em RJ
4. Carteiras compostas de créditos inadimplidos
5. Carteiras compostas de precatórios
6. Carteiras compostas de dívida ativa

 

 

1. Definições e papel estratégico 
Discussão sobre os principais Ativos Alternativos no mercado de crédito brasileiro, as caraterísticas de cada um, suas origens, e a importância do seu desenvolvimento de mercado. Identificação destes Ativos Alternativos no contexto da evolução do marco regulatório dos FIDC-NP. Conceitos básicos referentes à securitização e discussão sobre as inovações financeiras da tecnologia da securitização. Diferenciações fundamentais entre os diferentes tipos de veículo de securitização.


2. Evolução do mercado e classificação
Análise descritiva e quantitativa da evolução do mercado de FIDC-NP, classificação deste segmento e composição segundo os tipos de direitos creditórios em suas carteiras. Dimensionamento dos segmentos de cada tipo de Ativo Alternativo. Evolução e dimensão do mercado de dívida ativa via SPE.


3. Carteiras compostas de créditos com risco de empresas em RJ
A Recuperação Judicial (RJ), a Recuperação Extrajudicial e Financiamento de empresas em RJ. A atualização da norma referente aos fundos que investem em direitos creditórios cedidos por empresas em RJ. Exposição ao risco do sacado e ao risco da empresa em RJ. O potencial de desempenho de fundos dedicados a este ativo. Estrutura destes fundos. Rentabilidade. Estudo de casos: análise de operações realizadas no mercado brasileiro de relevante valor didático e de valor ilustrativo do conteúdo do Workshop.


4. Carteiras compostas de créditos inadimplidos
Variações de perfil de carteira. Estrutura típica dos FIDC-NP que investem em créditos inadimplidos. Originação e precificação de carteiras. Gestão operacional. Recuperação de crédito e garantias. Riscos e rentabilidade. Estudo de casos: análise de operações realizadas no mercado brasileiro de relevante valor didático e de valor ilustrativo do conteúdo do Workshop.


5. Carteiras compostas de precatórios
Discussão introdutória sobre a origem e o regramento de precatórios. Estrutura dos FIDC-NP que investem em precatórios. Originação e precificação de carteiras. Gestão operacional. Análise de risco e desempenho. Estudo de casos: análise de operações realizadas no mercado brasileiro de relevante valor didático e de valor ilustrativo do conteúdo do Workshop.


6. Carteiras compostas de dívida ativa
Discussão sobre a origem e o regramento de dívida ativa e sobre o marco regulatório referente à securitização de dívida ativa. Originação e precificação de carteiras. A análise financeira da securitização de dívida ativa na perspectiva do ente público cedente. Gestão operacional. Análise de risco e desempenho. Estudo de casos: análise de operações realizadas no mercado brasileiro de relevante valor didático e de valor ilustrativo do conteúdo do Workshop.

 

 

OS FACILITADORES

Pedro Junqueira

Leonardo Augusto

 

PARTICIPAÇÃO ESPECIAL:

Marcelo Cosac |Sócio do Madrona Advogados

Ricardo Cardoso |Enforce

 

VALOR E POLÍTICA DE DESCONTOS

 

O valor da inscrição no workshop é de R$ 2.150,00*

Inclui almoço, coffee breaks, material didático e certificado.

DESCONTOS
 
INDIVIDUAL
PACOTES*

Pagamento

(por inscrição)

Público Geral
Assinantes ou Ex-alunos
2 ou 3
A partir de 4
Até o dia 11/10
15%
20%
25%
30%
Até o dia 25/10
10%
15%
20%
25%
Até o dia 19/11
5%
10%
15%
20%
Após o dia 19/11
-
5%
10%
15%

Acesse a agenda de treinamentos clicando aqui

*Válido para este e outros Workshops Uqbar com inscrições abertas

Descontos não cumulativos

Uqbar educação

 

 

 

 

(21) 2529 2925 | info@uqbar.com.br

 

Inscreva-se

 

PATROCÍNIO:

 

 

 

APOIO:

sinfac
ACIONISTA LOGO

 

abde
apimec
sinfac
apimec

 

 

 

 

 

Veja depoimentos de ex-alunos e instituições que participaram dos cursos e workshops da Uqbar

 

Consulte o Dicionário de Finanças: Fundos de Investimento Imobiliário - FII -  Cédula de Crédito Imobiliário – CCI -  Certificado de Recebíveis Imobiliários – CRI - Emissor - Finanças Estruturadas - Fundos de Investimento em Direitos Creditórios - Securitização - Fundos de Investimento em Direitos Creditórios Não Padronizados - FIDC-NP;

 

 
Fale Conosco Feedback Suporte Termos e Condições Recomende Mapa
©2018 Uqbar. Todos os direitos reservados